Gordura para cozinhar, qual a melhor?

Gordura para cozinhar, qual a melhor?

Há várias teorias sobre óleos e gorduras para cozinhar mas, qual é a diferença entre os óleos, azeites e qual é o melhor para a saúde?

No mercado existe óleo vegetal que provêm de nozes, legumes, sementes e frutas (milho, soja, amendoim, girassol) e óleo alimentar ou refinado que é constituído por mistura de óleos refinados para obter um óleo de maior qualidade.

Os óleos são compostos por três classes de gorduras

  • Gordura saturada – de origem animal (banha, toucinho, carnes e leite) mas presente no óleo de coco. Em excesso é prejudicial à saúde porque pode aumentar o colesterol e originar doenças cardíacas.
  • Gordura monoinsaturada – está presente no azeite, no óleo de girassol, no abacate. Esta gordura, quando consumida de forma saudável é benéfico para a saúde porque reduz o colesterol mau (LDL) e as doenças cardiovasculares.
  • Gordura polinsaturada – tem Ómega 3 (está presente no óleo de linhaça e em alguns peixes como o salmão selvagem, na cavala e na sardinha) e Ómega 6 (presente no óleo de girassol e linhaça).

Estas classes de gordura ajudam a controlar os níveis de colesterol e triglicéridos, ajudam a combater os riscos de desenvolvimento de doenças neurológicas e cardíacas.

Diferenças de gordura alimentar

Azeite

  • Quando falamos só de azeite, significa que é misturado com outros óleos alimentares ou até mesmo com os outros tipos de azeite.
  • Virgem Extra, é a gordura obtida da azeitona sem qualquer produto químico, com 0,8% de acidez. Quando utilizado “em cru”, é rico em gorduras monoinsaturadas (a maior quando comparado com as outras gorduras) e tem a menor quantidade de gorduras saturadas. Reduz os riscos de doenças cardiovasculares, aumenta o colesterol bom. Deve ser consumido em cru.
  • Virgem, tal como o virgem extra não contém químicos. A diferença é o teor de acidez, (não superior a 2%), o preço, e suporta temperaturas mais altas (até aos 180º C). Pode ser usado para refogados/ estrugidos (à moda do Porto) e assados.Quando os comparamos, o azeite virgem extra possui uma acidez menor, podendo variar entre 1,5 g/100g e 3g/100g.
  • Azeite Refinado, é o que passa pelo processo de refinação das gorduras, o objectivo é tirar acidez, os maus aromas e impurezas o que altera o sabor e o aroma.

Óleo de Girassol, tem grande quantidade de gordura polinsaturada e pouca quantidade de saturada. Tem grande quantidade de ómega 6 e pequena de 3.

Óleo de Coco, têm geralmente utilização industrial. É muito rico em gorduras saturadas tem cerca de 85% o que aumenta o mau colesterol (LDL) potenciando as doenças cardiovasculares. Há estudos que mostram que apesar destes efeitos, fortalece o sistema imunitário e diminui a fadiga. Como é composto por uma grande quantidade de gordura saturada, quando está a altas temperaturas não se altera.

O óleo de Linhaça é polinsaturado como tal é sensível ao calor, devendo evitar-se a altas temperaturas. Pode ser usado em molhos ou para finalizar o prato.

Os óleos de nozes, sésamo, avelã são mais caros e apresentam um paladar distinto. Podem ser usados para temperar saladas.

Resumindo:

Óleos de girassol, milho, amendoim, de cor clara e sabor insípido, são ideais para fritar.

O Azeite Virgem Extra tem paladar distinto e cor amarela esverdeada é geralmente mais caro e é utilizado para temperar saladas, saltear e finalizar um prato.

E qual é a melhor gordura para a saúde?

Para atender a todas as necessidades nutricionais, devemos alternar o consumo dos óleos vegetais (girassol e azeite). Para além de beneficiar a saúde, há a questão financeira. Mas o mais importante é saber como  utilizar o óleo de forma saudável para a confecção dos alimentos.

Boas Receitas!

Sobre susanasilva 134 artigos
Sou a Susana, sou casada e tenho 2 filhos, um casal. Moro em Mafra mas sou do Porto. Pensei em criar este blog a pedido de amigos que gostam do que cozinho. Gosto de cozinhar mas não gosto de perder tempo na cozinha. Gosto de refeições fáceis, rápidas, saborosas e para além disso, que não sejam dispendiosas. Quero mostrar que as marcar brancas dos supermercados para além de serem mais baratas são tão boas ou melhores que as de marca própria. Compro tudo o que é possível de marca branca, experimentei os produtos de todos os supermercados, fiz comparações e sei quais os melhores produtos. Cozinho de tudo e como de tudo, o que ajuda.

Seja o primeiro a comentar

Escreve o teu comentário